sábado, setembro 26, 2009


É
Foi bom de enlouquecer por um amor vagabundo
Desses que a gente acha que é para vida inteira
E na verdade o outro ta cantando o mundo todo em volta
E eu fazendo o papel da virgem fiel
E levando a fama de sem vergonha

Me rastejei
Me humilhei
Por um par de olhos brilhantes que rondavam enlouquecidos
Buscando algo melhor que meus beijos
Sonhos e fantasias
Eu fazia qualquer coisa, por aquele amor
Mas nem por mais que me enganasse
Sabia que eu era só uma passagem
Para novos amantes que levariam a outros lugares
Ilusoriamente bons

Hoje que já estou na fase de lembranças de um passado
Vejo o que vivi como uma febre alta
Que passou e me curou de sonhos infantis
De amores impossíveis

Ainda volto a amar
Não sei como, mas o universo me enviou a calma do tal amor tranqüilo
E estou adorando viver assim
Eu olho em volto e não estou só
Estou abraçada a este corpo quente e doce que me toma todas as noites
E me deixa completamente bebada de afagos e desejos

5 Comments:

Anonymous Nadja Voss said...

Paixão, fúria, vida....não há muito além para se comentar, apenas que estou aqui, e vivo este novo amor, calmo e puro, contigo.
Yours

26 setembro, 2009  
Blogger Sandra Falcone said...

Rita ...

maravilha...tudo, os textos, vc , sua vida...

sandra falcone

27 setembro, 2009  
Blogger Alana Carvalho said...

adorei, passa muito sentimento, expressa uma sensação constante em nossas vidas! ^^

beijos e felicidades pra ti!

27 setembro, 2009  
Anonymous Débora said...

Oi Rita
Adorei esse post
Acho q a maioria das pessoas um dia já passou por essa "febre alta"...

bjoOo**

06 outubro, 2009  
Anonymous Constanca T.Teixeira de Freitas said...

Já tive essa "febre" delirante, que me adoeceu e quase mata.
Passou..deixou de lembrança uma menina linda que chamei de Ana.

12 setembro, 2010  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home